Hospital Vila Verde: Referência em saúde mental com certificação da ONA

Atendimento humanizado e excelência terapêutica são as bases modernas para o tratamento em saúde mental. Seguindo as diretrizes da Agência Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, o Hospital Vila Verde foi reconhecido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) como Nível 2 – Acreditado Pleno –, que o coloca na vanguarda do setor.

 

Oferecendo sistema de internação integral, é a primeira instituição do segmento em Minas, e a quarta no Brasil, a possuir essa certificação. Também é a única na Zona da Mata com serviço de Pronto Atendimento Psiquiátrico 24 horas.

 

Para que um serviço de saúde seja acreditado pleno, ele precisa ter processos definidos, integração entre qualidade e segurança, acordos de serviços e comunicação efetiva nas áreas envolvidas. Assim, o Hospital Vila Verde pode proporcionar um serviço diferenciado para os clientes.

 

“A conquista de um certificado ONA impacta qualitativamente nos serviços que oferecemos. É o resultado direto de um trabalho feito a muitas mãos, por toda direção, gestores e colaboradores. Foi um processo desafiador, mas necessário para entendermos que os métodos de gestão e cuidado devem ser continuamente aprimorados”, explica o Dr. Clovis Melo, psiquiatra e diretor técnico do Hospital.

 

 

Cultura organizacional com certificado de qualidade

 

Desde 1999, a ONA atua para melhorar as práticas assistenciais e de gestão na saúde, visando ao bem-estar e à segurança do paciente. No Brasil, mais de 300 instituições hospitalares, de diferentes especialidades, com internação integral, adotam os padrões da entidade. Quatro delas são especializadas em saúde mental e, dessas, três aceitam planos de saúde. O Hospital, por exemplo, oferece consultas e internações a mais de 20 convênios.

Mais responsabilidade e credibilidade para a marca junto aos clientes, familiares, operadoras de saúde e instituições parceiras. Segundo o Dr. Glauco Corrêa de Araújo, psiquiatra e diretor administrativo-financeiro da rede Vila Verde, os protocolos para alcançar o Nível 3, em 2021, já começaram.

 

“Iniciamos os trabalhos para obter a certificação ONA 3, e nossa unidade Hospital-Dia, na Avenida Rio Branco, está sendo reformada para melhor atender os processos de qualidade. Nossa equipe está engajada para solidificar a cultura de gestão e cuidados aos nossos clientes. Fazemos um trabalho sério, inovador, sempre de acordo com as mais avançadas metodologias científicas. E os resultados são evidentes, já que o nosso modelo assistencial é considerado referência nacional”, destaca o médico.

 

Dr. Glauco ressalta que a Vila Verde se tornou um complexo sistema integrado de assistência em saúde mental, com acolhimento específico para vários transtornos psíquicos, inclusive os relacionados ao abuso de álcool e outras drogas.

 

Rede completa e terapêutica humanizada

 

A Vila Verde Saúde Mental possui cinco unidades para atendimentos particulares ou via convênios. Em Juiz de Fora, o Hospital tem 103 leitos para internação integral e Pronto Atendimento Psiquiátrico 24h. A unidade está localizada no bairro São Pedro, em área arborizada com dez mil metros quadrados, aliando privacidade, segurança e hotelaria moderna ao contato com a natureza.
 

Também gerencia o maior Hospital-Dia em saúde mental do país, atendendo mais de 350 beneficiários na Avenida Rio Branco; um amplo e inédito espaço de convivência e cultura – CultArt – no Alto dos Passos; o ambulatório multiprofissional, funcionando entre 8h e 22h na Rua Benjamin Colucci; e a quinta unidade, o Hospital-Dia em Campos dos Goytacazes (RJ). Ainda oferece o Serviço de Residências Terapêuticas, com casas amplas e acolhedoras localizadas na região central de Juiz de Fora.
 

A Vila Verde criou o Programa de Residência Médica em Psiquiatria, credenciado pelo Ministério da Educação em dezembro de 2018, com duas vagas anuais para a especialidade.
 

Mais de 300 colaboradores garantem conforto aos clientes em recuperação e tranquilidade para as famílias. Para o psiquiatra e consultor técnico da Vila Verde, Dr. Renato Lobo, a melhora progressiva do cliente é diretamente proporcional à qualidade das relações construídas dentro e fora da instituição. O médico explica que o tratamento é sempre baseado em um projeto terapêutico singular.
 

“Dessa forma, para cada pessoa em sofrimento mental que necessita de internação, a equipe multiprofissional constrói as estratégias terapêuticas mais adequadas, considerando e respeitando as peculiaridades daquela situação crítica que motivou o tratamento. O trabalho realizado pela Vila Verde preza pela restituição do sentido da vida para o indivíduo, ao mesmo tempo em que reforça ou, em muitos casos, refaz os laços familiares perdidos. ‘Acolher, cuidar e motivar’ é o nosso lema diário”, comenta.

 

Segurança em tempos de pandemia

 

Atenta à pandemia de Covid-19, a Vila Verde implantou medidas para proteger clientes e colaboradores. Segundo a diretora clínica Dra. Gabriela Lima Ladeira, o Comitê de Crise se reúne periodicamente. “Nos organizamos para que tudo transcorra de forma segura e planejada. Constantemente, avaliamos nossos processos e todos os cenários possíveis, para planejarmos as próximas ações. Nossa prioridade é o cuidado do sofrimento psíquico”, afirma.
 

Todos os profissionais recebem diariamente EPIs respectivos aos seus setores, e os ambientes de trabalho estão equipados com higienizadores para as mãos. Uma pré-triagem é feita em todos que acessam o hospital, e as orientações estão reforçadas nos espaços coletivos. As ações de segurança também incluem testagens laboratoriais para Covid-19 em colaboradores e pacientes. Todas as medidas são acompanhadas pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar da Vila Verde, e continuam por tempo indeterminado.

 

 

 

CORONAVÍRUS (COVID 19) – Confira medidas adotas nas unidades

Visando proteger nossos colaboradores, clientes, familiares, fornecedores e todos os demais frequentadores da rede, foram implementadas estratégias para a prevenção do COVID-19 na rede Vila Verde Saúde Mental. As ações foram iniciadas em 17/03/2020 e permanecerão por tempo indeterminado.

O novo Coronavírus é proveniente de uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do Coronavírus [SARS-CoV-2] foi descoberto em 31/12/2019 após casos registrados na China. A seguir, veja os principais meios de transmissão do vírus:

 

  • Gotículas de saliva.
  • Espirro.
  • Tosse.
  • Catarro.
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão.
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Importante ressaltar também o cuidado geral que devemos ter, não só no nosso espaço de trabalho, como em todos os lugares que frequentamos. Previna-se! 

 

  • Lave as mãos com frequência, com água e sabão ou então higienize com álcool em gel 70%.
  • Ao tossir ou espirrar cubra o nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.
  • Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar.
  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados.

 

Quer saber mais? Acesse: saude.gov.br/coronavirus ou ligue 136.

 

Fique atento às medidas adotadas pelas unidades Vila Verde.

 

Unidade Internação
1- Restrição de visitas. Para evitar aglomerações estamos orientando que o contato entre paciente e familiar seja via telefone. Em casos excepcionais, a visita será avaliada pela equipe. Nesse caso, a dinâmica será uma visita por semana com a liberação de um visitante fixo para os próximos 30 dias.

2- Estão suspensas todas as saídas terapêuticas (permissão e reinserção);
3- Round de higienização aos pacientes e colaboradores;
4- Não será permitido frequência de aulas em instituições externas nesse período;
5- Colaborador será orientado e acompanhado em higienização na entrada do plantão;
6- Revisão com a equipe de higiene para priorizar áreas comuns e de maior contato das mãos;
7- Fluxo de caso suspeito ao colaborador;
8- Refeições com horário ampliado para diminuir aglomerações;
9- Uso de EPI’s pela equipe da assistência;
10- Instaurado o fluxo por senha para atendimento na Recepção;
11- Gestão de pacientes do grupo de risco para maior acompanhamento assistencial e coleta de sinais vitais com menor periodicidade;
12- Não será autorizada entrada de alimentos;
13- Pacientes novos admitidos passarão por checklist de risco de contato e avaliação médica para sua admissão.

Hospital -Dia, Centro de Convivência e Cultura (CultArt) e Unidade Ambulatorial (Unidade Colucci)

1- Estão suspensas atividades de grupo, com revisão de PTS do público AD para manter assistência e continuidade da abstinência nesse período;
2- Atendimentos individuais mantidos;
3- Fluxo de liberação da medicação foi revisto pela farmácia com menor tempo de espera e evitando aglomerações;
4- Fluxo de atendimento aos casos suspeitos;
5- Instalação de dispensers de espuma alcoólica;
6- Remanejamento de cadeiras e filas nas Salas de Espera, atendendo à distância mínima permitida.

Residências Terapêuticas

1- Restringir saídas dos moradores das casas;
2- Fluxo de atendimento aos casos suspeitos;
3- Intensificada as práticas de higienização.

Para salientar e manter essas as normas de convívio, foram elaboradas cartilhas, de acordo com a nossa realidade, para serem distribuídas em todos os espaços de convívio. Ressalta-se ainda que todas as unidades da rede foram equipadas com álcool gel.

Agradecemos a compreensão de todos nesse momento complexo que estamos passando.

Vamos nos cuidar!

 

Nota de Falecimento

A Vila Verde Saúde Mental lamenta o falecimento da psicóloga e ex-colaboradora Thaís Silva Acácio, que ocorreu nessa segunda-feira, 27 de janeiro de 2020. Durante seu percurso na instituição, Thaís assistiu, com compromisso, cuidado e dedicação, todos os pacientes sob seu cuidado. Sua trajetória contempla, além da atuação profissional, atividades como pesquisadora, realizando especialização e mestrado na Fiocruz, ambos voltados para a Atenção Psicossocial e Saúde Mental. Além disso, a psicóloga foi militante assídua da Luta Antimanicomial. Apesar de sua morte precoce, aos 30 anos, Thaís teve uma trajetória profissional inspiradora. Deixa conosco o legado que aposta na construção de laços afetivos e no respeito a todas as formas de ser humano. E, nesse momento de profunda tristeza e pesar, em nome de todos os colegas da Vila Verde, estendemos nossa solidariedade aos amigos e familiares.

Tardezinha Vila Verde celebra mais um ano de trabalho

Um dia de muita alegria e descontração entre colegas e amigos no Espaço Verde, no bairro Marilândia, em Juiz de Fora. Marcando mais um ano de muito trabalho e conquistas, a Vila Verde realizou, no domingo, 15 de dezembro, a “Tardezinha Vila Verde”. O evento, que reuniu colaboradores de todas as unidades, contou com a presença do grupo Ousasamba, competição do melhor abadá e horário flexibilizado, para que colegas, de todas as unidades e plantões, pudessem participar da festa.

Para a cozinheira do Serviço de Residência Terapêutica, Maria Celestina Alves, a cada ano a comemoração se supera. “A ideia do abadá animou todo mundo, pois não precisamos nos preocupar com roupas. Ainda vale destacar o pagode, que também foi muito bom e agradou a todos”.

A enfermeira da Unidade Internação, Andréia Ferrari, ressaltou a possibilidade de poder comparecer ao evento em função do horário. “Para quem é mãe foi ótimo, pois fomos à festa e ainda chegamos em casa no final da noite, podendo dar atenção às crianças. Além disso, os colegas que tiveram que trabalhar no plantão noturno puderam estar conosco e festejar”.

Já a técnica de enfermagem da Unidade Internação, Jenifer Santos, disse que o ambiente proporcionou momento de interação entre colegas de diferentes unidades. “Um encontro onde conhecemos colegas de outros serviços, dançamos e muita diversão. Só elogios!

De acordo com o psicólogo, Otávio Pacheco, eventos como esse influenciam, positivamente, no cotidiano da empresa. “Em momentos assim conversamos, de forma mais descontraída, com profissionais que até então não temos muito contato no dia a dia da empresa. Depois, quando retornamos ao ambiente de trabalho, nos sentimos mais leves e podemos interagir, mais ainda, com os colegas”.

 

 

Confraternização do CultArt e Associação Bromélias comemora 2019

Clientes da Vila Verde, que frequentam os serviços no CultArt e Hospital-Dia, e colaboradores, se reuniram, na sexta-feira, 13 de dezembro, para celebrar as vitórias e conquistas de 2019 e desejar o melhor para 2020. Almoço especial, bolo, piscina, amigo oculto com chocolates e muita música marcaram a comemoração. Toda a programação foi elaborada junto aos participantes.

Confira!

Triplica número de candidatos para a Residência Médica em Psiquiatria da Vila Verde

O Processo Seletivo Único de Residência Médica em Psiquiatria da Vila Verde registrou aumento significativo de candidatos quando comparado ao ano passado. Em 2019 foram 41 concorrentes para as duas vagas disponibilizadas pelo programa. Já para 2020, foram 124 inscritos, registrando média de 62 candidatos/vaga. O Processo Seletivo Único de Residência Médica da Vila Verde é realizado pela Associação de Apoio à Residência Médica de Minas Gerais (AREMG).


O crescimento, junto aos médicos recém-formados que buscam a especialização na área, indica que o programa ganhou força e visibilidade durante o seu primeiro ano. Credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2018 e primeira turma em 2019, o programa, com duração de três anos, perpassa a atuação da psiquiatria em seus diferentes níveis de complexidade. Para isso, a grade curricular abrange todos os serviços e unidades da rede Vila Verde como o Pronto Atendimento Psiquiátrico 24 horas e o Hospital, o Hospital-Dia e o Ambulatório Multiprofissional. Os estudantes participam ainda de discussões que tangenciam o trabalho de outras unidades da Vila Verde com os pacientes, como aqueles realizados no Centro de Convivência e Cultura – CultArt e no Serviço de Residência Terapêutica (SRT). A residência tem, também, o apoio institucional de parceiros locais como o Hospital Universitário da UFJF, contando com renomados professores para estágios que complementam a grade.


Segundo os primeiros médicos residentes da Vila Verde, Francislainy Baldan e Rafael Pompeu, a residência oferece não só uma ampla grade curricular, mas aspectos que valorizam o ensino em serviço como a integralidade e a humanização. “A Vila Verde Saúde Mental ultrapassa os requisitos básicos para uma boa formação em Psiquiatria. A excelente estrutura da rede, com Hospital, Hospital-Dia, programa de dependência química e equipe multiprofissional permite acesso a um aprendizado contínuo, longitudinal e crescente”, reforça Rafael.


Para Francislainy, outros estágios, como Neurologia e Clínica Médica, agregam valor à residência, permitindo constante troca de aprendizagem. “Cenários amplos e flexíveis, de acordo com as demandas, necessários para uma formação de excelência focada na medicina baseada em evidências, correspondem à proposta de destaque na formação dessa especialidade médica”, observa Francislainy.


A prova de conhecimento das cinco áreas básicas da medicina será realizada no dia 17 de novembro, em Belo Horizonte. A segunda etapa será composta por análise curricular. O resultado está previsto para 29/01/2020 e os selecionados iniciam as atividades em 01/03/2020.

Vila Verde Campos dos Goytacazes RJ comemora um ano de atividades

A Vila Verde em Campos dos Goytacazes RJ reuniu, nesta segunda-feira (28/10), colaboradores, clientes e familiares para celebrar um ano de funcionamento. Inaugurada em 25 de outubro de 2018, a unidade oferece tratamentos especializados para as pessoas com transtornos mentais e/ou problemas com álcool e outras drogas. Aberta de segunda à sexta, das 8h às 17h, o atendimento conta com equipe composta por renomados profissionais locais como médicos psiquiatras, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, terapeutas, educador físico, arteterapeuta, dentre outros.

O funcionamento segue os parâmetros do regime de Hospital-Dia, com a oferta de assistência intermediária entre a internação e o atendimento ambulatorial. Na assistência em saúde mental, o Hospital-Dia abrange um conjunto diversificado de atividades desenvolvidas em até cinco dias da semana, podendo ofertar carga horária de oito horas diárias para cada paciente.

Assim que o cliente chega na unidade o Projeto Terapêutico Singular é constituído pela equipe multidisciplinar, conforme a necessidade de cada pessoa. Além disso, o tratamento prioriza o constante contato da equipe com os familiares, pois acredita que essa interação é fundamental para todos os envolvidos no cuidado.

Para a médica psiquiatra, Lana Maria, o projeto Vila Verde Campos cresce a cada dia. “O engajamento dos colaboradores na concretização das ações, a atenção dos nossos médicos psiquiatras e o esforço da nossa área administrativa reflete o atendimento diferenciado que oferecemos aos nossos pacientes. Por isso, nosso objetivo é continuar trabalhando para reinserir essas pessoas no trabalho, na sociedade ou na vida familiar e, assim, reforçarmos a nossa missão de atendimento humanizado e de excelência em saúde mental”.

Processo Seletivo para a Residência Médica em Psiquiatria 2020

A rede de serviços Vila Verde Saúde Mental informa que estarão abertas, a partir de 8 de outubro de 2019, as inscrições do Processo Seletivo Unificado PSU 2020 para o ingresso no Programa de Residência Médica em Psiquiatria da Vila Verde. O programa,  credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM/MEC, oferece duas vagas e tem duração de 3 anos.

Confira:

Inscrições: 08/10/2019 a 21/10/2019, pelo site www.aremg.org.br Menu “Processo Seletivo”.

Taxa de Inscrição: R$ 160,00 (cento e sessenta reais)

Data da prova: 17/11/2019

Início do Programa: a partir de 01/03/2020.

 

O manual de instruções para acesso ao sistema e realização da inscrição e acompanhamento das convocações será disponibilizado no site www.aremg.org.br Menu “Processo Seletivo”.

Alunos de psicologia e ciências humanas da UFJF visitaram a Unidade Internação

Alunos dos cursos de psicologia e bacharelado interdisciplinar em ciências humanas da UFJF visitaram, nessa terça-feira (02/07), a Unidade Internação da Vila Verde. O grupo foi recebido pela sócia-fundadora e coordenadora do Núcleo de Atenção ao Colaborador, Lucia Britto, pela coordenadora de Saúde Mental, Maria Bethânia Vilela e pelo enfermeiro responsável técnico da unidade, Carlos Portela.

A visita foi dividida em dois momentos – apresentação da rede de serviços em saúde mental, formada pelas unidades e residências terapêuticas Vila Verde e a visita in loco do serviço na unidade internação. O objetivo é oportunizar, aos acadêmicos, uma visão abrangente sobre as doenças e tratamentos relacionados à saúde mental, abordando, também, a relação multidisciplinar entre as áreas de conhecimento.

A professora do departamento de psicologia da UFJF, Edelvais Keller, afirma que o encontro surpreendeu os alunos, uma vez que o foco da disciplina é o processo psicossocial e as instituições que atuam nessa área. “Fomos apresentados a uma rede aprimorada e organizada. Ficamos impressionados com os modelos de tratamento, a relação da equipe multidisciplinar e a valorização de terapias como a arte, que ajuda a pensar e a lidar com o universo imaginário. Não é uma instituição tradicional, mas sim uma organização de saúde mental especial”.

 

Unidade Internação recebe diagnóstico da ONA

Auditores da DNV GL – Business Assurance Brasil realizaram, durante três dias, 26,27 e 28 junho de 2019, a avaliação diagnóstica na Unidade Internação. O diagnóstico é uma atividade de avaliação das organizações, serviços e programas da saúde com base nos requisitos estabelecidos pelo Manual da Organização Nacional de Acreditação – ONA. Na Vila Verde, o objetivo da visita é preparar a unidade para a avaliação final de acreditação para a obtenção do Selo ONA. A certificação é concedida às instituições que atendem aos critérios de segurança, incluindo aspectos estruturais e de gestão.

A ONA é uma entidade não governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente. A certificação é voltada para a melhoria contínua, sem finalidade de fiscalização ou controle oficial/governamental, não devendo ser confundida com os procedimentos de licenciamento e ações típicas de Estado. A organização pode escolher entre todas as instituições credenciadas pela ONA para conduzir seu processo de diagnóstico e certificação. A DNV GL, escolhida pela Vila Verde, é líder mundial em certificação.

A partir do relatório elaborado pelos auditores, os gestores desenvolvem planos de ação para o aprimoramento das práticas e processos. E, em dezembro, a unidade receberá, mais uma vez, a visita da instituição acreditadora para a avaliação final. Após a conquista do selo na internação, outras unidades da Vila Verde passarão pelo processo de avaliação e acreditação.

Conquistar o selo ONA reafirma a missão da Vila Verde Saúde Mental de prestar assistência através do atendimento humanizado e de excelência!