Hospital Vila Verde: Referência em saúde mental com certificação da ONA

Atendimento humanizado e excelência terapêutica são as bases modernas para o tratamento em saúde mental. Seguindo as diretrizes da Agência Nacional de Saúde, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, o Hospital Vila Verde foi reconhecido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) como Nível 2 – Acreditado Pleno –, que o coloca na vanguarda do setor.

 

Oferecendo sistema de internação integral, é a primeira instituição do segmento em Minas, e a quarta no Brasil, a possuir essa certificação. Também é a única na Zona da Mata com serviço de Pronto Atendimento Psiquiátrico 24 horas.

 

Para que um serviço de saúde seja acreditado pleno, ele precisa ter processos definidos, integração entre qualidade e segurança, acordos de serviços e comunicação efetiva nas áreas envolvidas. Assim, o Hospital Vila Verde pode proporcionar um serviço diferenciado para os clientes.

 

“A conquista de um certificado ONA impacta qualitativamente nos serviços que oferecemos. É o resultado direto de um trabalho feito a muitas mãos, por toda direção, gestores e colaboradores. Foi um processo desafiador, mas necessário para entendermos que os métodos de gestão e cuidado devem ser continuamente aprimorados”, explica o Dr. Clovis Melo, psiquiatra e diretor técnico do Hospital.

 

 

Cultura organizacional com certificado de qualidade

 

Desde 1999, a ONA atua para melhorar as práticas assistenciais e de gestão na saúde, visando ao bem-estar e à segurança do paciente. No Brasil, mais de 300 instituições hospitalares, de diferentes especialidades, com internação integral, adotam os padrões da entidade. Quatro delas são especializadas em saúde mental e, dessas, três aceitam planos de saúde. O Hospital, por exemplo, oferece consultas e internações a mais de 20 convênios.

Mais responsabilidade e credibilidade para a marca junto aos clientes, familiares, operadoras de saúde e instituições parceiras. Segundo o Dr. Glauco Corrêa de Araújo, psiquiatra e diretor administrativo-financeiro da rede Vila Verde, os protocolos para alcançar o Nível 3, em 2021, já começaram.

 

“Iniciamos os trabalhos para obter a certificação ONA 3, e nossa unidade Hospital-Dia, na Avenida Rio Branco, está sendo reformada para melhor atender os processos de qualidade. Nossa equipe está engajada para solidificar a cultura de gestão e cuidados aos nossos clientes. Fazemos um trabalho sério, inovador, sempre de acordo com as mais avançadas metodologias científicas. E os resultados são evidentes, já que o nosso modelo assistencial é considerado referência nacional”, destaca o médico.

 

Dr. Glauco ressalta que a Vila Verde se tornou um complexo sistema integrado de assistência em saúde mental, com acolhimento específico para vários transtornos psíquicos, inclusive os relacionados ao abuso de álcool e outras drogas.

 

Rede completa e terapêutica humanizada

 

A Vila Verde Saúde Mental possui cinco unidades para atendimentos particulares ou via convênios. Em Juiz de Fora, o Hospital tem 103 leitos para internação integral e Pronto Atendimento Psiquiátrico 24h. A unidade está localizada no bairro São Pedro, em área arborizada com dez mil metros quadrados, aliando privacidade, segurança e hotelaria moderna ao contato com a natureza.
 

Também gerencia o maior Hospital-Dia em saúde mental do país, atendendo mais de 350 beneficiários na Avenida Rio Branco; um amplo e inédito espaço de convivência e cultura – CultArt – no Alto dos Passos; o ambulatório multiprofissional, funcionando entre 8h e 22h na Rua Benjamin Colucci; e a quinta unidade, o Hospital-Dia em Campos dos Goytacazes (RJ). Ainda oferece o Serviço de Residências Terapêuticas, com casas amplas e acolhedoras localizadas na região central de Juiz de Fora.
 

A Vila Verde criou o Programa de Residência Médica em Psiquiatria, credenciado pelo Ministério da Educação em dezembro de 2018, com duas vagas anuais para a especialidade.
 

Mais de 300 colaboradores garantem conforto aos clientes em recuperação e tranquilidade para as famílias. Para o psiquiatra e consultor técnico da Vila Verde, Dr. Renato Lobo, a melhora progressiva do cliente é diretamente proporcional à qualidade das relações construídas dentro e fora da instituição. O médico explica que o tratamento é sempre baseado em um projeto terapêutico singular.
 

“Dessa forma, para cada pessoa em sofrimento mental que necessita de internação, a equipe multiprofissional constrói as estratégias terapêuticas mais adequadas, considerando e respeitando as peculiaridades daquela situação crítica que motivou o tratamento. O trabalho realizado pela Vila Verde preza pela restituição do sentido da vida para o indivíduo, ao mesmo tempo em que reforça ou, em muitos casos, refaz os laços familiares perdidos. ‘Acolher, cuidar e motivar’ é o nosso lema diário”, comenta.

 

Segurança em tempos de pandemia

 

Atenta à pandemia de Covid-19, a Vila Verde implantou medidas para proteger clientes e colaboradores. Segundo a diretora clínica Dra. Gabriela Lima Ladeira, o Comitê de Crise se reúne periodicamente. “Nos organizamos para que tudo transcorra de forma segura e planejada. Constantemente, avaliamos nossos processos e todos os cenários possíveis, para planejarmos as próximas ações. Nossa prioridade é o cuidado do sofrimento psíquico”, afirma.
 

Todos os profissionais recebem diariamente EPIs respectivos aos seus setores, e os ambientes de trabalho estão equipados com higienizadores para as mãos. Uma pré-triagem é feita em todos que acessam o hospital, e as orientações estão reforçadas nos espaços coletivos. As ações de segurança também incluem testagens laboratoriais para Covid-19 em colaboradores e pacientes. Todas as medidas são acompanhadas pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar da Vila Verde, e continuam por tempo indeterminado.