Triplica número de candidatos para a Residência Médica em Psiquiatria da Vila Verde

O Processo Seletivo Único de Residência Médica em Psiquiatria da Vila Verde registrou aumento significativo de candidatos quando comparado ao ano passado. Em 2019 foram 41 concorrentes para as duas vagas disponibilizadas pelo programa. Já para 2020, foram 124 inscritos, registrando média de 62 candidatos/vaga. O Processo Seletivo Único de Residência Médica da Vila Verde é realizado pela Associação de Apoio à Residência Médica de Minas Gerais (AREMG).


O crescimento, junto aos médicos recém-formados que buscam a especialização na área, indica que o programa ganhou força e visibilidade durante o seu primeiro ano. Credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2018 e primeira turma em 2019, o programa, com duração de três anos, perpassa a atuação da psiquiatria em seus diferentes níveis de complexidade. Para isso, a grade curricular abrange todos os serviços e unidades da rede Vila Verde como o Pronto Atendimento Psiquiátrico 24 horas e o Hospital, o Hospital-Dia e o Ambulatório Multiprofissional. Os estudantes participam ainda de discussões que tangenciam o trabalho de outras unidades da Vila Verde com os pacientes, como aqueles realizados no Centro de Convivência e Cultura – CultArt e no Serviço de Residência Terapêutica (SRT). A residência tem, também, o apoio institucional de parceiros locais como o Hospital Universitário da UFJF, contando com renomados professores para estágios que complementam a grade.


Segundo os primeiros médicos residentes da Vila Verde, Francislainy Baldan e Rafael Pompeu, a residência oferece não só uma ampla grade curricular, mas aspectos que valorizam o ensino em serviço como a integralidade e a humanização. “A Vila Verde Saúde Mental ultrapassa os requisitos básicos para uma boa formação em Psiquiatria. A excelente estrutura da rede, com Hospital, Hospital-Dia, programa de dependência química e equipe multiprofissional permite acesso a um aprendizado contínuo, longitudinal e crescente”, reforça Rafael.


Para Francislainy, outros estágios, como Neurologia e Clínica Médica, agregam valor à residência, permitindo constante troca de aprendizagem. “Cenários amplos e flexíveis, de acordo com as demandas, necessários para uma formação de excelência focada na medicina baseada em evidências, correspondem à proposta de destaque na formação dessa especialidade médica”, observa Francislainy.


A prova de conhecimento das cinco áreas básicas da medicina será realizada no dia 17 de novembro, em Belo Horizonte. A segunda etapa será composta por análise curricular. O resultado está previsto para 29/01/2020 e os selecionados iniciam as atividades em 01/03/2020.